Antonin Artaud: O Suicídio É Uma Solução? (1925)

Por Antonin Artaud | Trad.: Cláudio Willer O Suicídio É Uma Solução? [resposta de Artaud a uma enquete surrealista] Não, o suicídio ainda é uma hipótese. Quero ter o direito de duvidar do suicídio assim como de todo o restante da realidade. É preciso, por enquanto e até segunda ordem, duvidar atrozmente, não propriamente da existência, … Continue lendo Antonin Artaud: O Suicídio É Uma Solução? (1925)

Antonin Artaud – Segurança Pública: A Liquidação do Ópio (1925)

Um dos manifestos surrealistas de Antonin Artaud, divulgado em La Révolution Surréaliste em 1925, intitula-se Segurança Pública: A Liquidação do Ópio (publicado no Brasil em Escritos de Antonin Artaud, tradução, notas e prefácio de Claudio Willer, L&PM, 1983 e reedições). Nele, o futuro criador do Teatro da Crueldade, antecipando o que ainda diria a respeito em suas Cartas de Rodez e … Continue lendo Antonin Artaud – Segurança Pública: A Liquidação do Ópio (1925)