Experimentação, Filosofia, Política

A coerência do estoicismo: uma alface por um óbolo

O que podem nos ensinar essas reflexões estoicas? Em primeiro lugar, parece-me que encontramos nas reflexões acima uma resposta à tendência atual de querer tudo, imediatamente, sem que nada nos seja pedido em troca. E a multiplicação das amostras grátis, das degustações gratuitas e dos presentinhos que a publicidade nos oferece não podem senão nos confirmar nessa tendência. Há nos estoicos ao contrário uma noção de sacrifício tornado necessário para se obter os verdadeiros privilégios, os verdadeiros bens. Ao entusiasmo atual com tudo o que é dado gratuitamente opõe-se a sabedoria estoica que reestabelece um preço ao que importa verdadeiramente.

Filosofia

Epicteto: a felicidade por desapego

A sabedoria consiste antes em operar um desapego, em querer afinar sua razão com aquela do Todo através de juízos corretos, e em contemplar o que é dado a ver, sem juntar-lhe julgamento moral ou simplesmente um julgamento que reprova objetivamente o que é vivido: Alguém se banha às pressas. Não diz que isso é ruim, mas que é às pressas. Alguém bebe muito vinho: não diz que isso é mal, mas que é muito.

Experimentação, Filosofia, História

Michel Foucault: “A Escrita de Si”

por Michel Foucault | trad.: Elisa Monteiro & Inês Autran Dourado Barbosa A Vita Antonii de Atanásio apresenta a anotação escrita das ações e dos pensamentos como um elemento indispensável à vida ascética: "Eis uma coisa a ser observada para nos assegurarmos de não pecar. Consideremos e escrevamos, cada um, as ações e os movimentos… Continuar lendo Michel Foucault: “A Escrita de Si”