Filosofia

5 aulas sobre Nietzsche | por Oswaldo Giacóia

Ele está querendo dizer o seguinte: é muito possível que nós sem questionar que sejamos de fato efetivos, sem questionar que existamos, talvez essa nossa existência, tal como nós julgamos o existir, não seja senão algo simplesmente aparente, como o arco-íris. O arco-íris não remete a nenhuma coisa de real, sólida, subsistente, mas simplesmente um efeito luminoso. Então, vejam: se nós admitirmos como admitiu Descartes, que talvez possa haver uma potência de falsidade na essência das coisas, então quem é que garante que, na verdade, nós não somos nada mais nada menos do que pensamentos de Deus? E se eu penso Deus como essa possibilidade universal do engano, então ao pensar, por causa do pensamento, que eu sou e ao assegurar a minha própria existência como objeto a partir do pensamento, talvez eu não esteja senão me enganando, exatamente obedecendo a esta potência universal do falso e fazendo algo assim como se o arco-íris, exatamente pelo fato de aparecer, possa reivindicar para si uma existência como algo concreto, como algo substancial. Então, da mesma forma como o arco-íris não deixa de ser ou não deixa de aparecer sem efetivamente ser alguma, muito provavelmente a ilusão cartesiana do ego é da mesma natureza, ou seja, parece para mim que eu sou algo, mas na verdade eu não sou senão uma pura superfície.

Filosofia, Semiologia

“Não somos pessoas, somos acontecimentos” | Aula de Gilles Deleuze

Aula de 03 de junho de 1980 no Centro Universitário de Vincennes. Trecho da aula: “…o segredo da individuação não é a pessoa, pois que a verdadeira individuação é aquela dos acontecimentos. É uma ideia estranha. Vocês me dirão: o que é que se justifica? Demos um salto. Sim, para onde você vai? Isso diz… Continuar lendo “Não somos pessoas, somos acontecimentos” | Aula de Gilles Deleuze

Arte, Filosofia

Palestra de Gilles Deleuze: “O que é o ato de criação?”

Palestra de Gilles Deleuze proferida em março de 1987. A comunicação trata da natureza da ideia em suas diferentes possibilidades de expressão, notadamente, aqui, na filosofia, na literatura e no cinema. O video foi legendado em português e pontuado de trechos de filmes cujos diretores Deleuze menciona no decorrer da comunicação.   https://dailymotion.com/video/x1dlfsr Gilles Deleuze… Continuar lendo Palestra de Gilles Deleuze: “O que é o ato de criação?”

Arte, Filosofia

Audio-book de Gilles Deleuze sobre cinema

De 1981 à 1984, Gilles Deleuze s'est consacré au cinéma. Pendant ces années de cours à Paris VIII, il a écrit et publié aux Editions de Minuit L'image-mouvement et L'image-temps (1983 et 1985). Ses cours, puis ses deux livres ne sont pas une histoire du cinéma. Deleuze n'aborde pas le cinéma sous son aspect technique… Continuar lendo Audio-book de Gilles Deleuze sobre cinema